Autor: Mariana Baltar

Doutora em Comunicação pela UFF (2007), onde desenvolveu a tese "Realidade Lacrimosa - diálogos entre o universo do documentário e a imaginação melodramática". É professora da graduação em Cinema e Audiovisual da UFF onde desenvolve temas vinculados às políticas de gênero e sexualidade, bem como à dimensão do afeto e do excesso como estratégicas estéticas e matrizes culturais para dar conta do lugar do corpo, das sensações e emoções no contexto da cultura audiovisual contemporânea. É bolsista de produtividade do Cnpq (Pq 2) e professora e vice-coordenadora do Programa de Pós-graduação em Cinema e Audiovisual (PPGCine) da UFF. Publicou diversos artigos entre eles: "Atrações e prazeres visuais em um pornô feminino", Significação (2015); " Real sex, real lives – excesso, desejo e as promessas do real", E.Compós (2014); "Saber em viagem - os travelogues no amálgama entre realidade e espetáculo", na Matrizes (2013) e o capítulo "Weeping Reality", no livro Latin American Melodrama. Passion, Pathos, and Entertainment (2009). Em 2016, atuou como consultora do Núcleo Criativo Reinvenções do cinema de gênero, organizado pela produtora Tardo Filmes, em Fortaleza.